Como apreciar o queijo Brie

As melhores parcerias do queijo BriePor Renata Curzi

Conhecido como o “Rei dos Queijos”, o Brie ganhou esta fama quando seu parente mais nobre o Brie de Meaux (queijo francês com AOC– denominação de origem controlada) ganhou este título no Congresso de Viena no século XIX. Por ter sido produzido originalmente na região da Île de France, ele também é conhecido como o queijo parisiense.

No Brasil ele vem se popularizando aos poucos. O Brie produzido nacionalmente está em qualquer bom supermercado. Podemos encontrar também alguns importados industrializados. Os artesanais, feitos com leite cru e de sabor mais complexo não são feitos no Brasil e não podem ser importados por causa de nossa legislação sanitária. Então, fica a dica de um programa imperdível na França: experimentar os queijos Brie feitos com leite cru, mas atenção procure na embalagem as referências: “au lait cru” ou ainda AOC.

Características

Queijo Brie

Queijo mais maturado: massa homogênea e macia. Na casca nota-se que o mofo branco não está tão dominante, já é possível observar pontos amarelados.

 

Sua casca branca aveludada é resultado da ação de um fungo, o Penicillium camemberti, que não só dá a sua aparência característica, mas também promove a sua maturação de fora para dentro. Já notaram que o Brie mais jovem tem a massa em torno da casca mais mole e untuosa, enquanto o centro é mais denso? Isso é resultado da ação do mofo. Com o tempo, suas enzimas tornam a textura do queijo mais flexível e o seu sabor mais pronunciado. No final deste processo o sabor é forte e tende ao amoniacal e a massa parece quase derreter.

Qual a fase ideal para consumir? 

IMG_0218

Queijo brie jovem: a massa ainda não é homogênea, observa-se no seu interior um ‘coração’ mais duro e de cor ligeiramente mais pálida. Na casca, o mofo branco forma um veludo ainda bem uniforme.

Isso é muito pessoal, acho que cada um tem que respeitar o seu paladar, que é único, e descobrir em que fase prefere consumir o queijo: mais jovem ou mais maturado. Só não vale deixar de experimentar. Veja meu exemplo: hoje gosto do brie de qualquer jeito, posso comê-lo todos os dias.

Mas nem sempre foi assim. Confesso que esse amor não foi à primeira vista. Meu primeiro contato com queijos de mofo branco foi durante o curso técnico em laticínios. Via todo mundo comendo com gosto e pensava: Eca! Só experimentei quando minha turma os fez em aulas práticas e gostei do miolinho, não comi a casca!

Depois, fomos nos conhecendo e descobri que  fomos feitos um para o outro. Um amor maduro, aconchegante e um pouco obsessivo: não vivo sem esse queijo.

Como comprar?

O melhor conselho para comprar um Brie é pedir para experimentá-lo e comprar pequenas porções, pois é complicado conservá-lo em casa depois de cortado. Se não for possível prová-lo, você pode julgar pela aparência, nesse caso garanto que funciona.

•Muito mofo branco = pouco maturado, ainda não desenvolveu toda a potencialidade do sabor.

•Mofo branco menos denso, mesclado com outras cores como rosado ou amarelado = queijo mais maturado, sabor mais complexo

•Predomínio de miolo mais claro e duro = queijo muito novo, ‘verde’, pouco maturado

•Predomínio da massa em volta da casca amarelada e elástica = queijo maduro

•Massa quase desmanchando, derretendo = queijo muito maturado, com sabor forte

De acordo com esse esqueminha básico, você pode julgar os queijos das fotos. É bem simples.

O queijo da foto 1 está no ápice da maturação: o mofo branco já não predomina – a casca tem manchas amarelas, a textura é mais cremosa e sabor complexo, que lembra nozes e cogumelos.

Na foto 2 temos um queijo fatiado para tentar mostrar que o miolo está praticamente todo duro e além disso tem uma camada espessa e uniforme de mofo branco. Este queijo está ‘verde’, ou seja, não foi maturado por tempo suficiente. Ele até é bonitinho, todo branquinho, mas o sabor deixa a desejar.

Como comer o queijo brie?

O Brie é muito versátil. Seu sabor suave e ao mesmo tempo marcante garante sua presença em qualquer refeição e não pode faltar em uma tábua de queijos, servido como entrada ou sobremesa. No café da manhã é delicioso com torradas e geleia. Também fica ótimo nas saladas, sanduíches ou como fondue: assado dentro da embalagem.

Acompanhamentos clássicos: um bom pão artesanal ou baguete, uvas verdes, figos, nozes, damascos, chocolate…

Bebidas: Champanhe! Essa é uma harmonização clássica, baseada no terroir, já que as regiões produtoras (Brie e Champagne) são vizinhas. Vale um bom espumante para o Brie nacional. Em seu livro Cheese and Wine, Janet Fletcher recomenda os vinhos brancos Chardonnay ou Pinot Gris e os tintos Syrah e Merlot.

Leia também:

 

Anúncios

49 respostas em “Como apreciar o queijo Brie

  1. Muito util o seu blog! Parabens! Estou aprendendo a gostar de tudo a que se refere ‘a este alimento tao tradicional e ao mesmo tempo nobre e especial. Aqui nos EUA, acredito que o acesso aos mais variados tipos de queijos (nacionais e importados) e’ mais amplo do que no Brasil, tanto em relacao ‘a preco como em variedade.

  2. Pingback: Brie Duplo Creme | oquedoqueijo

  3. Muito bom seu comentario sobre o queijo brie,mais para ficar melhor você poderia ter feito algumas fotos demostrando o modo de degustalo,desta forma as pessoas iria sentir aquela vontade de aprecialo ou então postar videos você mesmo preparando a degustação,garanto que ficaria melhor.
    Meu nome é Jilson sou especialista em queijos especiais

    • Olá Jilson,
      Você tem razão, preciso mesmo melhorar estas fotos, não gosto muito delas também.
      Tirei em um dia chuvoso. Não adianta: foto é luz!
      Estou meio sem tempo, mas assim que puder farei novas imagens para esse post.
      Você faz queijos ou trabalha com degustação?
      De qualquer maneira, é nosso colega neste vício…
      Obrigada pelo comentário.

  4. Pingback: Como servir a Raclette | oquedoqueijo

  5. Pingback: Queijos, como conservar ? | oquedoqueijo

  6. Comprei um queijo brie de marca nacional embalado em forma d isopor e envolto num plastico filme….. a aparência é de um queijo maduro….. mas o sabor de amonia está fortíssimo o que deixa o gosto do queijo bem amargo….. o cheiro de amonia tb está forte….. Esse queijo não está bom p consumo, certo?

    • Oi Alessandra, obrigada pelo contato.
      Um gosto ligeiramente amoniacal é normal no queijo brie maturado, mas odor amoniacal aliado à presença de sabor amargo, pode ser um indicador que o queijo não ficou armazenado à temperatura adequada. Melhor não consumir !
      Uma dica : o supermercado coloca na etiqueta a data em que o queijo foi cortado e colocado nesta embalagem de isopor, o que não representa a data original ( real ) de fabricação do produto. Sempre que possível, escolha comprar este tipo de queijo em estabelecimento que cortam e embalam o produto na hora da compra.
      Abraços.

  7. Pingback: Degustação de queijos panorâmica | oquedoqueijo

  8. Comprei o queijo de uma marca famosa aqui no Brasil que começa com a letra P…, não gostei paguei R$ 17,00 por um pedacinho de 125 gramas, comi apenas um pedacinho e não gostei, toda vez que abro a geladeira olho pra ele e me arrependo, tem um odor muito forte, daquilo que as mulheres passam na perna para descolorir os pelos, muito ruim… não tive coragem de jogar fora ainda por dó do meu dinheiro, mas o caminho será inevitavelmente a lata de lixo.

    • Olá Raul,
      Um leve odor amoniacal é normal nesse queijo. Quanto mais velho mais forte esse cheiro. Sugiro que você não jogue o seu Brie fora. Tente trocar no supermercado ou ligue para o SAC do fabricante. Só não vale ficar com essa sensação ruim em relação ao queijo. Quando voltar a comprar, observe bem a validade. Prefira os mais jovens.
      Caso tenha ainda alguma dúvida, pode nos escrever.

      • Oi Wilma,
        Essa é uma das maiores reclamações dos consumidores de Brie. Ligue no SAC do fabricante. Você vai se surpreender, esse problema é comum nos queijos mais velhos e eles resolvem fácil.

  9. Pingback: O queijo Brie da latinha | oquedoqueijo

  10. Pingback: Visita a Murray`s Cheese em Nova York | oquedoqueijo

  11. Pingback: Queijo & Chocolate | oquedoqueijo

  12. Pingback: Especial Dia das Mães | oquedoqueijo

  13. Gostei muito das informações. Trabalho atualmente como comprador de refrigerados de uma multinacional. Gostaria de conhecer mais sobre queijos, porem não sei quais os cursos disponiveis no mercado ou devo buscar somente atraves da leitura.

    Obrigado
    Alexandre

    • Olá Alexandre,
      Já vi alguns cursos livres rápidos, mas são esporádicos.
      A melhor solução ainda é a leitura.
      Além dos livros existe algum material on-line.
      Você viu na coluna da direita do nosso blog indicação de sites?
      Você também pode inscrever seu e-mail e receber as atualizações do nosso blog, rsrs.
      Atenciosamente,
      Renata

  14. faltou vc dizer qual a melhor maneira de acondicioná-lo para que mature; se em geladeira, fora dela, dentro ou fora da embalagem que se compra no mercado… comprei uma peça deste queijo da polenghi selection, experimentei um pedaço e achei que faltou gosto….

    • Olá Roberto,
      Você tem que observar bem a data da fabricação na hora de comprar o queijo Brie. As fábricas trabalham com a lógica de que a média do consumidor brasileiro prefere o Brie mais suave. Para consumir um queijo com mais sabor, escolha os com a data de validade mais avançada.
      Depois que você corta o queijo, ele resseca, mesmo na embalagem… Ele perde a proteção da casca e não fica muito bom.
      Os de caixinha podem ser comprados mais jovens e guardados na gaveta de verduras da geladeira até o ponto que vc gosta de consumir.
      Mas observe as marcas, algumas desenvolvem muito odor amoniacal com a maturação. Outras não …
      Obrigada pelo comentário,
      Renata

  15. Apesar de muito bem explicadinho… Ainda fiquei sem ter certeza … Comer ou não. A casquinha ?
    Parece hilário por não saber exatamente, mas pode ajudar ?

      • Obrigado pelas informações, recentemente me apaixonei por esse queijo, mas experimentei a casquinha uma vez e não gostei, achei muito amarga, e me preocupou a questão do mofo de repente fazer mal a saúde. Gostaria de um pouco mais da sua experiência nesse sentido. Abraços e obrigado.

      • Olá Paulo,
        O sabor da casquinha é mais forte que o do queijo, mas não considero que chega a ser amarga. Experimente as cascas de queijos de outras marcas e de diferentes estágios de maturação.
        E se continuar gostando não se preocupe, respeite seu paladar, cada pessoa é única até na questão sensorial.
        Em relação ao mofo, não se preocupe, não faz nenhum mal à saúde.
        Viva intensamente essa sua nova paixão e seja feliz!
        Abraços,
        Renata

  16. Bom dia!
    Eu nunca comprei este queijo” brie”
    Ele está amargo e com cheiro muito forte.
    Você poderia me dizer se este sabor amargo é dele mesmo?

  17. Faço um sorrentino de Queijo Brie com damasco ricota e açucar mascavo que fica delicioso. O Amargor adocicado do damsco com o açucar mascavo contrastando com a ricota e o brie fica muito saboroso. Uma delicia feita com massa fresca.
    Sidi Costa

  18. Boa noite! Adorei a matéria! Muito elucidativa para iniciantes na apreciação de queijos como eu… Seguinte, nunca havia me deparado com o Brie até poucos tempo atrás.. E foi amor a primeira mordida… E agora gostaria de compartilhar com meus amigos e família e em um ocasião especial vou preparar uma tábua de queijos… Mas estou muito insegura para comprar e apesar de suas dicas incríveis ainda não estou confiante… Acredito que não possam fazer divulgação explícita de marcar, mas peço encarecidamente (rs) que me indiquem pelo menos uma marca que consideram boa! Se alguém puder tirar uns minutinhos para me ajudar… Segue meu e-mail, se for possível…tuanerossato@gmail.com

    • Olá Tuane,
      Essa questão de gosto é complicada, o que é bom para mim pode não ser para você,rsrs.
      Normalmente já existem diferenças entre os queijos feitos por diferentes fabricantes,
      no caso do Brie isso é ampliado porque no Brasil utiliza-se 2 técnicas diversas.
      Acho que seria interessante você colocar mais de uma marca de Brie em sua tábua de queijos
      e chamar seu convidados para juntos descobrirem qual a preferência de vocês. Que tal?
      Atenciosamente,
      Renata

  19. Pingback: Raclete de Brie e cogumelos para o dia dos namorados | oquedoqueijo

  20. Você já ouviu falar em queijo Galla? Me pareceu muito com brie, comprei no interior do RS mas não consigo nada de informações sobre ele.

      • Muito obrigada, estou amando o blog! Beijoca! Me ajuda nessa busca sobre esse queijo Galla. To ficando perturbada com a ideia de que parece o brie kkkk Comprei em Dona Otília, RS.

  21. A pergunta que não se pode deixar de fazer e responder ,quando se fala da meneira de se degustar esse queijo. Come-se com a casca branca, ou retira-se para comer? O fungo pode ser comido sem prolemas, ou somente em pequenas porções?

  22. comprei um pedaço muito maturado e me assustou o fato do cheiro muito forte de amoniaco. Entrei neste site pra me inteirar do assunto e me foi muito útil. O que entendi é que um aroma amoniacal é normal, porém muito forte é complicado. Amanhã vou procurar o gerente pra propor uma troca do produto, uma vez que estava embalado num filme plástico e possivelmente há muitos dias pois o vencimento da embalagem é daqui a tres dias….
    Depois comunico o ocorrido.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s