Salada de beterraba com ricota de cabra

Por Renata Curzi

Salada de beterraba com queijo de cabra

A beterraba e os queijos de cabra são uma dobradinha clássica. Um casamento feito no céu. O mais usual é essa combinação em saladas, como a nossa sugestão de hoje, mas já vi em sanduíches, risotos, tortas e até em pizza!

Pessoalmente prefiro a salada. Gosto com folhas verdes (usei  agrião), molho de mostarda com mel e algum tipo de castanha ou nozes. O sabor é muito refrescante. Tem o gosto de um bom banho de cachoeira. Perfeita para quando o clima começa a esquentar.

Você pode usar o seu queijo de cabra favorito, sugerimos para os principiantes o Cablanca. Eu utilizei a ricota. Em BH encontro uma muito macia, produzida em Itabirito, feita por um queijeiro muito obstinado, o Sr Onivaldo. Ela é de.li.cio.sa! Recomendo. Já a beterraba, pode entrar de várias maneiras: cozida (como a da foto), crua, ralada ou assada.

Caso você não possua muitos dotes culinários, ou  se estiver na correria, não precisa caprichar na apresentação do prato. Lave e rasgue as folhas, jogue a beterraba e os pedaços de queijo por cima e finalize com o molho ou azeite. Pronto! Vai ficar gostoso do mesmo jeito 😉 .

 Receita

( 2 porções)

Ingredientes

.1 beterraba gande cozida

.4 colheres de sopa de ricota de cabra

. ½ maço de agrião lavado e seco

Molho de mostarda e Mel

Misture os seguintes ingredientes:

.1 colher de sopa de mostarda

.1 colher de sopa de mel

.1 colher de sopa de vinagre de maçã

.3 colheres de sopa de azeite

. Sal e pimenta do reino a gosto

Pirulitos de Parmesão com ervas

Por Renata Curzi    Pirulito de parmesão

Receita facinha, facinha, com poucos ingredientes e com apresentação super diferente. Ótima para agradar os amigos e enfeitar a sua mesa no final de semana.

Só leva parmesão e a erva seca ou natural que você tiver em casa. Eu experimentei orégano fresco, gergelim preto e Kumel. Usei também pólen de Dill, tempero exótico que minha querida amiga e chará Rê trouxe para mim quando foi aos EUA. Todos ficaram muito bons. Dusdeuses.

E o melhor de tudo é que vai muito bem com uma cervejinha gelada!!

Tirei várias fotos do processo de preparo para facilitar a vida de quem quiser se aventurar a fazer a receita. Não tem mistério nenhum.

Ah! O parmesão pode ser substituído por outro queijo duro como pecorino, grana padano, manchego, etc.

Espero que gostem!

Ingredientes Pirulito Parmesão

Pirulito de parmesão 1Pirulito de parmesão 3Pirulito de parmesão 2Receita

Ingredientes (para 1 pirulito)

.1/3 de xícara de queijo parmesão ralado grosso

.Ervas a gosto.

Modo de fazer

Em uma frigideira anti-aderente posicionar um palitinho de churrasco pequeno e as ervas em círculo. Por cima despejar o parmesão. Fritar em fogo baixo. Com auxílio de uma espátula ou colher ir ajeitando o queijo para que ele não se espalhe. Espere esfriar e retire da frigideira.

Chocotone recheado com Creme de Tiramisu

Por Renata Curzi

Chocotone com creme de tiramussu- mascarpone

O panetone recheado com creme de mascarpone é um clássico no Natal da Itália. Há até produtos que já vêm recheados de fábrica, assim como as versões brasileiras com trufas ou brigadeiro. Para mim a vantagem dessa receita italiana é ser pouco doce. O creme umedece e eleva o sabor do panettone a níveis celestiais. Impossível ficar ruim, imagine o sabor do tiramisu tradicional substituindo os tradicionais biscoitos por um panetone ou chocotone bem fofinho…

Como todas as minhas outras receita, essa é fácil demais (praticidade ou preguiça? rsrs). É só bater o queijo mascarpone –já falamos sobre ele aqui– com creme de leite fresco, açúcar e rum. Depois, rechear o panetone/chocotone. Coisa de 10 minutos, contando o tempo de lavar a louça.

Fatia de panetone com mascarpone

Caso você não encontre em sua cidade o mascarpone pode substituir por cream chesse que dá mais ou menos certo. Acho que no resultado final a maior diferença que a gente nota é que com o cream cheese o resultado é mais salgado. Já fiz até tiramisu com cream cheese quando achei o mascarpone por mais de R$50,00 por 200g. Mas hoje estou feliz, feliz porque comprei por R$10,00 o de uma marca nacional excelente.

Espero que vocês gostem da receita e que ela seja um sucesso na sua ceia de Natal. Agradecemos  por nos seguir esse ano, que nosso vínculo torne-se mais forte ainda no ano que vem.

Feliz Natal! Feliz 2015!

Receita

Ingredientes:

.1 chocotone

.200g de queijo mascarpone

.100 ml de creme de leite fresco

. 2 colheres de sopa de açúcar

.1 colher de chá de rum

Modo de fazer:

Bater em uma batedeira todos os ingredientes até conseguir uma textura firme. Cortar o panetone na horizontal e recheá-lo com o creme.

Parmesão e Gin Tônica de Morango com Manjericão

Parmesão e gin com morango e manjericãoAndo inspirada pela minha ídola Madame Fromage, que vai publicar em março do ano que vem um livro só com harmonizações entre drinks e queijos. Estou ansiosíssima por esse lançamento! Enquanto o livro não chega para eu testar as sugestões dela, vou fazendo minhas experiências. As que funcionarem bem, conto para vocês aqui.

Para começar imaginei um drink que combinasse com os queijos da família do parmesão. Ando ruminando essa ideia há algum tempo porque uma das minhas maneiras favoritas de consumir os queijos dessa família é com morangos e creme de aceto balsâmico. Então por que não procurar um drink com esses ingredientes?

gin morango e manjericão

O resultado da pesquisa foi melhor do que o esperado: um coquetel com gin, morangos e manjerição. A combinação ficou per.fei.ta! O manjericão todo mundo sabe que vai muito bem com o parmesão. O gin foi uma surpresa para mim. Mas pensando bem, faz algum sentido: notas herbais e florais com um toque fresco são um ótimo complemento para os queijos dessa categoria.

A receita original você pode encontrar aqui. Vocês vão notar que fiz algumas alterações. É que eu testei bastante antes de escolher essa versão da receita. Ô vida dura, rsrs! Espero que vocês gostem da sugestão e divirtam-se tanto quanto eu quando forem degustar seu parmesão maturado, parmesão d’alagoa, grana padano, parmentino, parmigiano reggiano…

Queijos perfeitos para os dias de calor

Servir queijos é uma maneira prática e sofisticada de receber. Eles funcionam bem como entrada ou como petisco. É só escolher 2 ou 3 tipos de diferentes categorias, juntar frutas secas e frescas, castanha do pará, pistache, salame ou presunto cru e um tipo de pão. Pronto! Seus amigos já podem chegar.

Como tudo na vida há algumas regras que elevam o potencial de sabor dos queijos: eles devem ser servidos sempre à temperatura ambiente, devem ser retirados do refrigerador e de suas embalagens com pelo menos meia hora de antecedência. Para cada queijo usar uma faca, de preferência de corte liso. Nada muito complicado.

Mussarela de búfala, Mini Brie e Grana: uma tábua de queijos perfeita para os dias mais quentes.

Mussarela de búfala, Mini Brie e Grana: uma tábua de queijos perfeita para os dias mais quentes.

Apesar de muitos ainda associarem esse consumo ao inverno, existem queijos perfeitos para serem consumidos nas estacões mais quentes do ano. A digestibilidade e a leveza dos queijos está muito relacionada com o tipo de leite utilizado, o teor de gorduras, lactose e com a presença de algumas proteínas. 

Queijos de Cabra

Continuar lendo

Queijo Serro da Estrela?

Por Renata Curzi

Volto a escrever para chamar a atenção de nossos leitores. Um amigo sentiu-se enganado e lesado e pediu para eu escrever sobre a experiência dele para que outras pessoas não fossem induzidas ao mesmo erro.

Queijo serro da estrela

Esse amigo, o César, comprou no Mercado do Cruzeiro de BH, um queijo chamado “Serro da Estrela” ( R$ 25,00 por 250 gramas). O vendedor garantiu que era um produto de primeira qualidade, similar ao Serra da Estrela português (DOC), molinho por dentro, do tipo que dá para comer com colher. Continuar lendo