Folhado de brie e chocolate

Brie + ChocolatePor Renata Curzi

Esta é uma receita que nem sei se posso chamar de receita de tão fácil que é. Mas garanto que vai impressionar até a sua sogra porque o it desse folhado é a combinação dos ingredientes. Fica uma delícia. Além disso, é super versátil, pode ser servido como aperitivo (nesse caso, fica melhor fazer com um queijo inteiro, use um petit brie), no lanche, ou como sobremesa (bem quente acompanahado por sorvete).

Queijo com chocotate?

Experimentei essa possibilidade há muito pouco tempo. O Arlindo (meu marido) sempre me falava que o Brie e o chocolate formavam um par perfeito. Eu nunca coloquei muita fé…

Até que um dia o meu filho, Pedro, 12 anos, e o pai devoraram uma boa cunha de brie com chocolate meio amargo. O Pedro fazia uns sanduichinhos com fatias do queijo recheadas com chocolate e os saboreava exclamando: hummmm!!!

O fato de um pré-adolescente, naturalmente chato para experimentar qualquer coisa, estar adorando aquele mix, me obrigou a experimentar. Tive que me render, o Arlindo estava certo esse tempo todo. Por que não experimentei antes? Talvez eu seja uma adulta naturalmente chata para experimentar qualquer coisa.

Gostei tanto que corri na internet para buscar uma receita que combinasse os 2 ingredientes. Para minha surpresa encontrei várias em sites americanos e franceses. Parece que esse é o “Romeu e Julieta” francês.

Resolvi experimentar essa porque sou fã de folhados. Você encontra o vídeo da receita aqui. Pretendo experimentar outras, assim que as fizer, posto o resultado para vocês.

Receita Continuar lendo

Como apreciar o queijo Brie

As melhores parcerias do queijo BriePor Renata Curzi

Conhecido como o “Rei dos Queijos”, o Brie ganhou esta fama quando seu parente mais nobre o Brie de Meaux (queijo francês com AOC– denominação de origem controlada) ganhou este título no Congresso de Viena no século XIX. Por ter sido produzido originalmente na região da Île de France, ele também é conhecido como o queijo parisiense.

No Brasil ele vem se popularizando aos poucos. O Brie produzido nacionalmente está em qualquer bom supermercado. Podemos encontrar também alguns importados industrializados. Os artesanais, feitos com leite cru e de sabor mais complexo não são feitos no Brasil e não podem ser importados por causa de nossa legislação sanitária. Então, fica a dica de um programa imperdível na França: experimentar os queijos Brie feitos com leite cru, mas atenção procure na embalagem as referências: “au lait cru” ou ainda AOC.

Características

Queijo Brie

Queijo mais maturado: massa homogênea e macia. Na casca nota-se que o mofo branco não está tão dominante, já é possível observar pontos amarelados.

 

Sua casca branca aveludada é resultado da ação de um fungo, o Penicillium camemberti, que não só dá a sua aparência característica, mas também promove a sua maturação de fora para dentro. Já notaram que o Brie mais jovem tem a massa em torno da casca mais mole e untuosa, enquanto o centro é mais denso? Isso é resultado da ação do mofo. Com o tempo, suas enzimas tornam a textura do queijo mais flexível e o seu sabor mais pronunciado. No final deste processo o sabor é forte e tende ao amoniacal e a massa parece quase derreter.

Qual a fase ideal para consumir? 

IMG_0218

Queijo brie jovem: a massa ainda não é homogênea, observa-se no seu interior um ‘coração’ mais duro e de cor ligeiramente mais pálida. Na casca, o mofo branco forma um veludo ainda bem uniforme.

Continuar lendo