Guia de Queijos

Por Carla Reis

Gostaria de compartilhar com todos os amigos do blog, minha entrevista para o Guia de Queijos Polenghi Sélection publicado pela revista VEJA na edição de 06 de Julho de 2013.

Fiquei extremamente feliz pelo convite e pela oportunidade de compartilhar minhas experiências com os queijos com cada vez mais “cheese lovers”!

Espero que gostem da matéria!

* clique na foto para melhor visualização.

Guia de queijosEntrevista Carla

Fondue de chocolate com queijo

Fondue de chocolate com queijo 3

Fondue de chocolate já é uma tradição na noite do dia dos namorados. Aproveitar o friozinho da época com chocolate e morangos, os ingredientes da paixão, não é novidade. No entanto, podemos dar um toque de ousadia e requinte ao incluir outro elemento nesse clássico.

Descobri a pouco tempo que o queijo e o chocolate nasceram um para o outro, já contamos isso AQUI. É um tipo de harmonização por semelhança, já que os dois têm textura e teor de gordura parecidos. Quando se juntam na boca, a mágica acontece. Por que não saborear o queijo com o chocolate derretido?

Chocalate, morangos e queijoÉ a segunda vez que faço essa fondue aqui em casa e uso queijo como uma das opções de ingredientes para banhar no chocolate. Adivinhem o que acabou primeiro: morangos, uvas ou camembert? Quem apostou no queijo, acertou. Testado e aprovado. E olha que usei a minha cobaia mais exigente, meu filho de 12 anos!

Usei um chocolate belga 70% e queijo camembert jovem. Mas você pode dar asas à criatividade e descobrir sua combinação favorita. Para inspirá-los colei esta imagem com várias sugestões de harmonização que encontrei no site realcaliforniamilk.com. Continuar lendo

Camembert, um ilustre francês

Por Carla Reis

Crosta branca aveludada, textura cremosa , gosto de champignon…

O Camembert é um dos mais célebres queijos franceses, e é claro um dos meus preferidos .

Conta a história que Marie Harel, esposa de uma fazendeiro da Vila de Camembert na Normandia , deu abrigo em sua casa durante a revolução francesa à um padre fugitivo , que ficou tão grato pela hospitalidade que recebera , que em troca deu a jovem Marie conselhos preciosos sobre a secreta arte dos queijeiros. Estas dicas aliadas a qualidade inigualável do leite produzido naquela região, deu-se origem a esta iguaria, reconhecida em todo o mundo.

Para o queijo Camembert normalmente não existe meio termo: ou ama , ou odeia.

Eu aprendi a amá-lo durante a minha primeira experiência profissional com queijos, em um laticínio pequeno no interior do Sul de Minas Gerais: Laticínios Monte Branco, que hoje não existe mais. Continuar lendo