Guia de Queijos

Por Carla Reis

Gostaria de compartilhar com todos os amigos do blog, minha entrevista para o Guia de Queijos Polenghi Sélection publicado pela revista VEJA na edição de 06 de Julho de 2013.

Fiquei extremamente feliz pelo convite e pela oportunidade de compartilhar minhas experiências com os queijos com cada vez mais “cheese lovers”!

Espero que gostem da matéria!

* clique na foto para melhor visualização.

Guia de queijosEntrevista Carla

Fondue de chocolate com queijo

Fondue de chocolate com queijo 3

Fondue de chocolate já é uma tradição na noite do dia dos namorados. Aproveitar o friozinho da época com chocolate e morangos, os ingredientes da paixão, não é novidade. No entanto, podemos dar um toque de ousadia e requinte ao incluir outro elemento nesse clássico.

Descobri a pouco tempo que o queijo e o chocolate nasceram um para o outro, já contamos isso AQUI. É um tipo de harmonização por semelhança, já que os dois têm textura e teor de gordura parecidos. Quando se juntam na boca, a mágica acontece. Por que não saborear o queijo com o chocolate derretido?

Chocalate, morangos e queijoÉ a segunda vez que faço essa fondue aqui em casa e uso queijo como uma das opções de ingredientes para banhar no chocolate. Adivinhem o que acabou primeiro: morangos, uvas ou camembert? Quem apostou no queijo, acertou. Testado e aprovado. E olha que usei a minha cobaia mais exigente, meu filho de 12 anos!

Usei um chocolate belga 70% e queijo camembert jovem. Mas você pode dar asas à criatividade e descobrir sua combinação favorita. Para inspirá-los colei esta imagem com várias sugestões de harmonização que encontrei no site realcaliforniamilk.com. Continuar lendo

Brie Duplo Creme

duplocreme1 Por Renata Curzi

Abrir a embalagem. Sentir o perfume. Observar a casca e as pequeniníssimas olhaduras presentes na massa pálida e untuosa. Imaginar o sabor. Cheirar de novo para, afinal, provar e sentir-me no céu. Bons queijos me fazem feliz! Ainda mais se for um brie (já falamos sobre aqui). Ainda mais se estiver beeem maturado. Se for duplo creme, então… Um deleite!

Os queijos duplo creme(double cream em inglês, double-crème em francês) são deliciosos porque são mais gordinhos do que os seus similares: aqui vale a máxima do tudo que é bom engorda.  A massa fica tão macia que é possível espalhá-la com uma espátula no pão e vai derreter  na sua boca. Pura luxúria.

duplocreme2

Continuar lendo

Bombom de queijo Brie

Por Renata Curzi

IMG_0428Depois que experimentei a dupla Brie + Chocolate, confesso que fiquei meio obcecada pelo assunto. Como prometi no último post, quando testasse outras receitas usando a mistura, contaria aqui o resultado. Escolhi uma bem inusitada  – bombom de brie.

Vi os bombons neste site aqui. Eu tinha certeza de que o sabor seria ótimo, porque a receita nada mais é do que a mistura de 2 ingredientes que nasceram um para o outro. Mas a forma de apresentação me conquistou: um bombom de queijo? Eu tinha que fazer aquela receita de qualquer jeito.

IMG_0432 2No entanto, minhas habilidades de chocolateira são beeem limitadas. Fiz o teste para ver se seria possível fazer em casa numa boa. Como vocês podem conferir na foto, eles ficaram meio feinhos, mas garanto que estavam uma delícia. Afinal, bombom rústico tem um quê de aconchego.

Só tenho uma observação quanto à receita: cuidado com a conservação! O queijo dessora de um dia para o outro se ficar fora da geladeira e se o chocolate for refrigerado por muito tempo fica “suado” e todo manchado quando volta para a temperatura ambiente. Por isso acho que os bombons têm que ser feitos no dia do consumo. Isso não é problema porque é muito rápido fazer os bombonzinhos.

Receita Continuar lendo

Folhado de brie e chocolate

Brie + ChocolatePor Renata Curzi

Esta é uma receita que nem sei se posso chamar de receita de tão fácil que é. Mas garanto que vai impressionar até a sua sogra porque o it desse folhado é a combinação dos ingredientes. Fica uma delícia. Além disso, é super versátil, pode ser servido como aperitivo (nesse caso, fica melhor fazer com um queijo inteiro, use um petit brie), no lanche, ou como sobremesa (bem quente acompanahado por sorvete).

Queijo com chocotate?

Experimentei essa possibilidade há muito pouco tempo. O Arlindo (meu marido) sempre me falava que o Brie e o chocolate formavam um par perfeito. Eu nunca coloquei muita fé…

Até que um dia o meu filho, Pedro, 12 anos, e o pai devoraram uma boa cunha de brie com chocolate meio amargo. O Pedro fazia uns sanduichinhos com fatias do queijo recheadas com chocolate e os saboreava exclamando: hummmm!!!

O fato de um pré-adolescente, naturalmente chato para experimentar qualquer coisa, estar adorando aquele mix, me obrigou a experimentar. Tive que me render, o Arlindo estava certo esse tempo todo. Por que não experimentei antes? Talvez eu seja uma adulta naturalmente chata para experimentar qualquer coisa.

Gostei tanto que corri na internet para buscar uma receita que combinasse os 2 ingredientes. Para minha surpresa encontrei várias em sites americanos e franceses. Parece que esse é o “Romeu e Julieta” francês.

Resolvi experimentar essa porque sou fã de folhados. Você encontra o vídeo da receita aqui. Pretendo experimentar outras, assim que as fizer, posto o resultado para vocês.

Receita Continuar lendo

Camembert, um ilustre francês

Por Carla Reis

Crosta branca aveludada, textura cremosa , gosto de champignon…

O Camembert é um dos mais célebres queijos franceses, e é claro um dos meus preferidos .

Conta a história que Marie Harel, esposa de uma fazendeiro da Vila de Camembert na Normandia , deu abrigo em sua casa durante a revolução francesa à um padre fugitivo , que ficou tão grato pela hospitalidade que recebera , que em troca deu a jovem Marie conselhos preciosos sobre a secreta arte dos queijeiros. Estas dicas aliadas a qualidade inigualável do leite produzido naquela região, deu-se origem a esta iguaria, reconhecida em todo o mundo.

Para o queijo Camembert normalmente não existe meio termo: ou ama , ou odeia.

Eu aprendi a amá-lo durante a minha primeira experiência profissional com queijos, em um laticínio pequeno no interior do Sul de Minas Gerais: Laticínios Monte Branco, que hoje não existe mais. Continuar lendo

Como apreciar o queijo Brie

As melhores parcerias do queijo BriePor Renata Curzi

Conhecido como o “Rei dos Queijos”, o Brie ganhou esta fama quando seu parente mais nobre o Brie de Meaux (queijo francês com AOC– denominação de origem controlada) ganhou este título no Congresso de Viena no século XIX. Por ter sido produzido originalmente na região da Île de France, ele também é conhecido como o queijo parisiense.

No Brasil ele vem se popularizando aos poucos. O Brie produzido nacionalmente está em qualquer bom supermercado. Podemos encontrar também alguns importados industrializados. Os artesanais, feitos com leite cru e de sabor mais complexo não são feitos no Brasil e não podem ser importados por causa de nossa legislação sanitária. Então, fica a dica de um programa imperdível na França: experimentar os queijos Brie feitos com leite cru, mas atenção procure na embalagem as referências: “au lait cru” ou ainda AOC.

Características

Queijo Brie

Queijo mais maturado: massa homogênea e macia. Na casca nota-se que o mofo branco não está tão dominante, já é possível observar pontos amarelados.

 

Sua casca branca aveludada é resultado da ação de um fungo, o Penicillium camemberti, que não só dá a sua aparência característica, mas também promove a sua maturação de fora para dentro. Já notaram que o Brie mais jovem tem a massa em torno da casca mais mole e untuosa, enquanto o centro é mais denso? Isso é resultado da ação do mofo. Com o tempo, suas enzimas tornam a textura do queijo mais flexível e o seu sabor mais pronunciado. No final deste processo o sabor é forte e tende ao amoniacal e a massa parece quase derreter.

Qual a fase ideal para consumir? 

IMG_0218

Queijo brie jovem: a massa ainda não é homogênea, observa-se no seu interior um ‘coração’ mais duro e de cor ligeiramente mais pálida. Na casca, o mofo branco forma um veludo ainda bem uniforme.

Continuar lendo